" Experiências fenomenais não são necessariamente evidência de progresso espiritual. O devoto profundamente sincero não tem vontade de orar a Deus para que lhe envie tais experiências, porque sabe que elas podem constituir uma verdadeira distração de seu real objetivo, que é Deus. Os fenômenos espirituais não estimulam o amor do devoto por Deus, mas sim o desejo de que Ele Se mostre repetidamente. Muitas almas nobres caíram de seu elevado estado porque, ao buscarem milagres, perderam Deus de vista. "
Sri Daya Mata